25 de ago de 2016

Reticular o Banal

“A vida é curta, a arte é longa, a oportunidade é fugaz, 
a experiência enganosa, o julgamento difícil.”
― Hipócrates


Nada mais antigo que os 'espíritos de porco', não que eu goste de usar o nome dos bichos pra adjetivar marmota de gente à toa.

Mas lembre-se, lá na pré-histórica caverna a gente fazia um desenho mágico e alguém depois ia lá e cagava tudo... Depois vinha um outro gênio maravilha e dava um super Up e, aí mais outro cretino chegava e estragava tudo em seguida... Sucessivamente...

Não sei se por falta de emoção ou de noção. Queriam estragar ou contribuir ???

Assim esses palimpsestos são nos dias atuais um impressionante amontoado de camadas de maestrias e cagadas: e alguns 'alma da fome' ainda hoje esculhambam com anos de evolução pictórica, visitando turismo e fazendo na doida outros riscos, nestas reencontradas e 'devidamente conservadas'[?] cavernas.

Pra mim, por incrível que pareça esse emocionante histórico primitivo tem mais valor cultural que muita racionalização social. É incrível a conversão da dita cultura ao culto de arte&fatos avexados e sem noção e ou emoção, fazendo de novo o 'rabisco do cretino' e revirando do avesso e repentinamente a efêmera atenção vultuosa dos desavisados. 

A Cultura é Culto. E o q se cultua ???



Norma ou silêncio nossa visão do mundo fica um pouco como as ‘Sobradas Sombras’ das cavernas, um maravilhoso e estragado universo de dados para serem identificados, determinados e inventariados... Fazendo a História nossa ou, vazando no caótico ralo.

A Educação é outro traço desse legado. Insisto em não ter uma elegância formal e ser solto no que penso da pedagogia e do aprendizado informal, mundano, vulgar, como se diga. 
PQ respeito faz história e também a rebeldia assovia um novo modo de ver e ler, reler e fazer. Refazendo nessa arquitetosa mistura os caminhos do amanhã.



Mas, continuo a pensar que: ‘Quem não pode com o pote, não pega na rodilha’ e, ter o mínimo de atenção e zelo pelo que merece culto é imprescindível pra nossa REvolução.

Amargos cultores do estrago 
podem se valer do diletantismo 
pra me sarrafearem com um ‘talvez’; 
porém eu estou de sobra 
nesse legado assombroso que aqui se fez. 

Murmurando meu preciso rabisco 
em meio ao violento e poluído Sistema.
Risco por mim mesmo... Efeméride.

Adeus ao fazer abjeto - Vida Longa à Arte Desperta !!!


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...